Tipos de ração para gatos: entenda as diferenças

Os tipos de ração para gatos podem envolver mais questões do que a maior parte das pessoas costuma imaginar. Ao contrário de cães, os gatos são significativamente mais restritivos em sua alimentação.

Os felinos são essencialmente carnívoros, e exigem rações que baseiem-se essencialmente em produtos de origem animal, além do fato de boa parte dos gatos serem intolerantes a lactose.

Por isso, a opção mais inteligente sempre é recorrer a rações equilibradas, e não tentar alimentar seu gato com alimentos feitos por você, a menos que você tenha conhecimento suficiente no assunto.

Conheça os tipos de ração para gatos, quais evitar, e quais os cuidados especiais ao escolher o alimento de seu felino:

Quais rações não são recomendadas para gatos?

As rações que você não deve dar para seus gatos, são aquelas baseadas em alimentos de origem vegetal. Em geral, essas são rações desenvolvidas para outros animais, e é importante que gatos comam comida exclusiva para felinos: sua dieta é muito mais restritiva, e a alimentação errada pode levar à obesidade e doenças metabólicas.

Quem escolhe a ração para gatos?

Embora seja você quem vai até o pet shop para comprar ração, quem realmente escolhe o alimento, no fim das contas, é o próprio gato. Se você já teve um cachorro, é provável que ele tenha comido praticamente qualquer ração que você colocou no pote dele. Se você nunca teve um gato antes, não espere que ele reaja como um cão.

Gatos são exigentes e cheios de personalidade: é comum que eles não gostem de algumas rações, por qualquer que seja seu motivo. Por isso, não se espante se ele cheira a comida, comer um pouco e não voltar mais. Muitas vezes, eles não gostam de uma ração, e vão rejeitá-la sempre.

Por isso, quando seu gato estiver passando da amamentação para a ração, escolha algumas opções diferentes, até descobrir qual a marca e tipo que ele efetivamente vá gostar, e que seja adequada para suas necessidades.

Tipos de ração para gatos por categoria

Você já deve ter visto na prateleira, ao menos uma vez, que cada ração para gatos apresenta uma categoria entre standard, premium e super premium. A maior parte das pessoas pensa que essa é uma categorização de marketing, mas isso não é verdade.

Elas definem a qualidade nutricional e proteica da ração, baseada nos materiais que utiliza.

Ração Standard

As rações do tipo standard são aquelas que utilizam proteínas de qualidade mais simples. Costumam ser o tipo mais acessível do mercado. Em geral, uma porção dessa ração possui menos concentração proteica que rações mais elaboradas. É comum, ainda, que contenham aditivos não tão úteis para a saúde de seu gato, bem como proteínas vegetais.

Ração Premium

A ração premium é uma opção mais sofisticada que a standard, com menor nível de concentração de proteína vegetal, e nutrientes mais necessários para sua dieta. A concentração proteica também é maior em comparação à outra categoria, mas ela ainda não é feita completamente de fontes proteicas animais.

Ração Super Premium

Este tipo de ração é a mais cara, mas a que apresenta melhor qualidade, e perfil nutritivo mais adequado para o seu felino. Ela geralmente é feita apenas a partir de proteínas animais, com grande concentração proteica e facilidade de absorção pelo organismo felino.

Sem fontes de proteína vegetal e grande valor nutricional, é possível dar porções menores dessa ração ao animal, o que acaba compensando parte de seu custo mais elevado.

Rações especiais

Há, ainda, rações elaboradas para certas condições, que podem ser relativas à idade ou à saúde do gato:

Ração para filhotes

Essas rações são desenvolvidas pensando no processo de fim da amamentação, e início da alimentação independente. Possuem mais amino-ácidos, o que favorece um desenvolvimento mais saudável. Além disso, costumam ser mais pastosas, com uma consistência que favorece os dentes ainda frágeis do felino.

Ração para gatos obesos

A obesidade felina é um problema bastante comum, e deve ser combatida. Para isso, é necessário recorrer a rações com bastante proteína e poucas gorduras. Além disso, é necessário cortar completamente os carboidratos, desnecessários na alimentação felina padrão.

Leave a Reply

Ad Blocker Detectado

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh